LogoIkamvaYouth

Apoio tutorial extraescolar, mentoring e orientação profissional para jovens das periferias urbanas. Ajuda o jovem a refletir sobre seu próprio processo e o envolve como agente ativo da instituição.

  • Organização:

    IkamvaYouth

  • País

    África do Sul

  • Nome do(a) inovador(a) ou fundador(a):

    Joy Olivier y Makhosi Gogwana

  • Endereço:

    46 Plein Street, Cape Town, 8001 South África

  • Reconhecimentos/Prêmios:

    2014: Reconocido por el GSBI Accelerator program.

    2013: El Cofundador Joy Olivier fue premiado con un Ashoka Fellowship

NÍVEL EDUCATIVO (idade)

ikamvagraf-GNE

APOIO AUDIOVISUAL

MAPA

ANÁLÍSE DA INOVAÇAO

ES-Ikamva-Youth-GA

ikamvayouth-fondo

1. PROBLEMA QUE A INOVAÇÃO TENTA SOLUCIONAR

A África do Sul tem um volume significativo de população negra jovem subeducada. Não há uma oferta educativa de qualidade para os contextos socioeconômicos mais baixos.

Isto debilita a capacidade e as possibilidades de um estudante ter acesso à educação pós-secundária ou a uma ocupação e aumenta o risco de abandono escolar prematuro.

Só 56% dos estudantes que frequentam a escola concluem esta etapa. Isto representa cerca de 500.000 jovens.

Como resultado disso, há uma enorme percentagem de jovens desocupados: 45% dos jovens sul-africanos entre 18 e 25 anos não estudam nem trabalham (geração nem-nem).

O número de nem-nem é fruto da combinação de diferentes fatores: resultados significativamente baixos em competência matemática e alfabetização, falta de docentes qualificados, alta taxa de abandono escolar e canais de informação insuficientes relativamente às oportunidades para além da etapa escolar.

A realidade é que a juventude sul-africana é “inempregável”, não está preparada para a universidade, o acesso ao mercado de trabalho ou o compromisso cívico ativo.

Esta juventude “inempregável” reside em sua maioria nas periferias das grandes cidades, com altos índices de criminalidade, alcoolismo ou consumo de drogas, quadrilhas, gravidez de adolescentes, HIV, maus-tratos infantis e alta taxa de desemprego. Tudo isto conduz ao aumento da desmotivação e ao não envolvimento social dos jovens.

O desafio é aumentar as possibilidades de ocupação destes jovens; habilitá-los para continuarem sua formação ou terem acesso ao mercado de trabalho; inspirá-los para que eles mesmos e com a ajuda de outros possam sair da pobreza.

2. QUE SOLUÇÃO SE PROPÕE?

Os cinco princípios que guiam a IkamvaYouth são:

  1. A cultura da responsabilidade em relação a si próprio e com os outros.
  2. Colaboração e apoio entre pares.
  3. Compromisso de incidir através do processo democrático.
  4. Integridade e receptividade.
  5. Paying-it-forward (cadeia de ajuda – devolve a ajuda que lhe prestaram, apoiando outra pessoa que dela necessite no futuro).

Aplicando estes valores, a IkamvaYouth desenvolveu um modelo de tutoria de jovens como solução para os desafios mencionados.

A IkamvaYouth oferece gratuitamente apoio tutorial extraescolar a estudantes de 8 a 12 anos que frequentam voluntariamente três vezes por semana. As sessões de tutoria são efetuadas em bibliotecas, escolas, centros comunitários das 13h30 às 15h30 durante a semana e das 9h30 às 12h30 aos sábados.

Não há requisitos acadêmicos para a participação, mas os estudantes devem ter uma frequência mínima em 75% das sessões para manter sua vaga no programa.

Os tutores voluntários, 77% dos quais são ex-alunos que retornam o serviço recebido em determinado momento, trabalham com um grupo de cinco estudantes. O índice 1:5 permite que o estudante desfrute de atenção suficiente para progredir, recebendo feedback a este respeito em tempo real. Os grupos pequenos também animam a aprendizagem entre pares, pedra angular do modelo, através do qual os estudantes aumentam sua confiança e adquirem um maior controle sobre sua aprendizagem.

Além do programa tutorial, a IkamvaYouth dá aulas de alfabetização digital e eLearning, oficinas de orientação profissional, de Mídia, Imagem e Expressão, assim como de saúde e hábitos de vida. Os estudantes participam de todas as atividades, desde as práticas de ciências até as oficinas de fotografia. São incentivados por excursões a museus ou a lugares destacados.

Atualmente a IkamvaYouth tem 10 sucursais em cinco províncias e trabalha com 1.607 estudantes.

3. COMO FUNCIONA ESTA SOLUÇÃO?

O núcleo da IkamvaYouth é o apoio tutorial extraescolar, o mentoring e a orientação profissional a jovens de comunidades urbanas, localizadas nas periferias das grandes cidades.

Pelo apoio tutorial, os próprios alunos começam a identificar por si mesmos as debilidades de compreensão que têm e onde reside a base de sua aprendizagem. O apoio tutorial também fomenta as competências não acadêmicas necessárias para a aprendizagem: pensamento crítico, resiliência, capacidade para pedir ajuda, etc.

Fornecer aos estudantes as ferramentas necessárias para sua própria aprendizagem tem um efeito de empoderamento. Graças ao modelo de ajuda entre pares, esta sensação de autonomia se estende em todo o grupo e rede da IkamvaYouth.

Cada centro tem um comitê (Branch Committee) que toma as decisões e foi configurado por estudantes, tutores e staff. O envolvimento no Branch comitê estimula os estudantes a escolherem de forma responsável.

No espaço de apoio tutorial, os estudantes crescem em seu compromisso e tornam-se ativos, reflexivos e sociais; convertem-se em membros conscientes de uma comunidade. Quando este processo de identificação e compromisso ocorre, a probabilidade de abandonarem a escola e o programa se reduze drasticamente.

Esta redução estende-se para além da escola secundária: uma pesquisa recente, feita com ex-alunos, mostra que a probabilidade de os “ikamvanites” abandonarem seus estudos superiores no primeiro ano é a metade da média nacional. A orientação profissional e o mentoring contribuem para melhorar a empregabilidade dos jovens.

4. INDICADORES DE IMPACTO E RESULTADOS

Desde 2005, 77% dos jovens da IkamvaYouth incorporaram-se no sistema educativo, em uma formação ou trabalho apenas dois meses e meio depois de sua entrada no programa.

Indicadores de interesse da IkamvaYouth:

  • Percentagem de aprovados: entre 85% e 100%, desde 2005.
  • Melhoria em matemática e ciências. Em 2013, seus estudantes duplicavam suas possibilidades de serem aprovados em Física e Matemática.
  • Em 2012, 94% dos estudantes do programa foram considerados aptos para os estudos universitários.
  • Desde 2005, 70% tiveram acesso a estudos superiores.
  • 46,7% de “ikamvanites” obtiveram uma qualificação pós-escolar só comparável a 2,9% da população negra sul-africana.

5. PONTOS FORTES DA INOVAÇÃO

  • Um sistema de ajuda entre pares, baseado na reciprocidade.
  • Modelo de tutoria com um índice de 1:5 que possibilita o atendimento personalizado e um grupo de referência.
  • Compromisso e empoderamento dos alunos e antigos alunos (77% dos ex-alunos retornam o serviço).
  • Baixo custo e alto impacto. O programa custa uma média de 6.000 Rands por estudante e ano. Este custo permite subir a proposta.

6. ALCANCE GEOGRÁFICO

Atualmente há 10 centros em cinco províncias da África do Sul.

7. MODELO DE RECEITA

Uma grande parte do financiamento da IkamvaYouth provém de corporações da África do Sul. No último ano, esta base de financiamento foi ampliada em âmbito internacional. Ao todo, a IkamvaYouth contou em 2014 com 14 financiadores.

Para a sustentabilidade do programa, também é importante a contribuição para o equipamento dos jovens que passaram pela IkamvaYouth.

Nunca cobrou taxas aos beneficiários, mas está desenvolvendo um modelo de negócio para adquirir uma maior estabilidade.

A IkamvaYouth já foi consultada por uma organização de gestão de bolsas de estudos para dar apoio tutorial de matemática e inglês a alunos do primeiro ano.

Outra via de geração de receita e um modelo de autossustentabilidade para a expansão é o Community Collaboration Project. Este projeto está formando e associando organizações e indivíduos que desejam implementar programas de apoio tutorial em suas próprias comunidades.

Há também um retorno potencial a partir do preço dos serviços de consultoria, formação e facilitação.